Crianças podem mudar o mundo – seja uma Criança Presidente!

Crianças podem mudar o mundo – seja uma Criança Presidente!

O que crianças têm a ver com política? Hoje em dia, essa pequena palavra – política – rege o mundo. Os países se relacionam por meio de políticas e relações institucionais, o mundo gira em torno dessa ideia. E o que as crianças têm a ver com isso?

Crianças podem mudar o mundo – seja uma Criança Presidente!

Crianças podem mudar o mundo – seja uma Criança Presidente!

1 out, 2014 | Comente!

O que crianças têm a ver com política? Hoje em dia, essa pequena palavra – política – rege o mundo. Os países se relacionam por meio de políticas e relações institucionais, o mundo gira em torno dessa ideia. E o que as crianças têm a ver com isso?

Quem disse que política não é coisa de criança?

Quem disse que política não é coisa de criança?

29 set, 2014 | Comente!

Um tema tão complexo quanto a política parece estar a anos-luz de distância do interesse e da percepção infantil. Isso não só é um equívoco, como é fonte de frustração para as crianças, que muitas vezes gostariam de emitir suas opiniões, mas acreditam que não faria diferença.

Curtas que arrebatam #9

Curtas que arrebatam #9

26 set, 2014 | Comente!

Sabiam que os efeitos especiais – hoje tão comum no cinema – têm origem no final do século 19? Que tal mostrar alguns exemplos para as crianças, tão acostumadas com a experiência 3D?

Felicidade não pode ser uma exigência

Felicidade não pode ser uma exigência

24 set, 2014 | Comente!

Queremos que os filhos sejam felizes, mas às vezes esquecemos de pensar que a felicidade de um pode não ser a mesma de outros. A base de uma infância feliz está no amor que se pode ter e em como se dão as relações nesse período.

O retrato das meninas em um contexto de submissão

O retrato das meninas em um contexto de submissão

22 set, 2014 | Comente!

Uma criança tirando a blusa e olhando por cima do ombro. Na outra foto, uma garota está deitada e olhando pra trás com as pernas abertas. Tem ainda a pose da alça da blusa caída. O que não se vê, em nenhum momento, são crianças sendo crianças: sorrindo, brincando ou correndo na praia. Confira o texto do Garatujas Fantásticas sobre a objetificação feminina representada por crianças.